Lançado em: 11-03-2019

Primeiro domingo da Quaresma - A busca da verdadeira graça

A comunidade cristã é formada pelos valores do Evangelho. Pelos valores ensinados por Jesus cristo. Porém, desde as primeiras comunidades a tentação de deixar esses valores pelas chamadas coisas mundanas foi muito forte. E, continua forte. A comunidade de Jesus é a comunidade que renuncia a tudo que ameaça a vida e os valores do Evangelho, principalmente, a busca de prestígio, poder, dinheiro e todo tipo de idolatria.
Alfonso Garcia Rubio aponta que Jesus foi tentado e sendo chamado a aprofundar sua opção fundamental em deixar sua missão, ou abraçar profundamente o serviço de doação. Jesus ensina uma maneira eficaz de renunciar a busca do poder dominador, pois quem abraça o seu projeto só tem uma única missão: servir com amor para a verdadeira liberdade.
A missão de Jesus é o arquétipos de toda missão humana, pois é preciso vencer uma a uma as tentações. A tentação de dominar o semelhante, a tentação do poder, a tentação do ter, a tentação do prazer e outras tentações estão bem presentes na vida dos cristãos, porem todos são chamados a optar pela verdadeira herança que é Jesus Cristo. A buscar o amor que gera compromisso e responsabilidade.
Isidoro Mazzarolo afirma que, a tentação é uma provocação, um teste. Uma tentação mostra sempre outra proposta, outra possibilidade, outro caminho. Nem sempre a tentação se reveste de caráter negativo. São esses testes da vida que muitas vezes obrigam a pessoa crescer, discernir e amadurecer. As tentações têm uma conotação negativa quando a provocação é feita para optar pelo mal, pela violência e pela morte. As tentações que satanás propõe a Jesus o transformaria num déspota. Neste caso, seguir o caminho humano seria aderir ao poder de satanás, assim poderia ser evitada a cruz, mas ficaria comprometido o Reinado de Deus.
As tentações são provocações para construir um messianismo no horizonte do poder e da barganha política. Quem conhece a pessoa de Jesus Cristo tem como princípio fundamental o serviço, e o serviço que vence tentação de domínio e poder. Pois a caminhada tem as encruzilhadas que são constantes, mas também tem a possibilidade de escolher o caminho, escolher uma opção verdadeira ou escolher um caminho erado.
Dentro da dinâmica desse domingo, vencer as tentações não é uma questão de momentos, mas uma questão de todo tempo, ou seja, toda vida. Vencer as tentações é legitimar o Batismo construindo um ser humano novo. Por isso, nesse domingo a Igreja convida a todos a vencer as tentações que impedem a vida em comunidade brotar e abrir o coração para a verdade é a chegada do Reino do Deus por meio de Jesus.

Pesquisado e escrito por Frei Fernando de Araújo,OFMconv.



ÚLTIMOS LANÇAMENTOS

Lançado em: 20-04-2019

O dia em que nascemos


Lançado em: 19-04-2019

Sexta-feira Santa, o Mistério da Cruz


Lançado em: 15-04-2019

Domingo de Ramos Seguir os passos do Mestre


Lançado em: 11-04-2019

"Eis-me aqui, envia-me" será o tema do "Ano dos Jovens" no Paquistão


Lançado em: 08-04-2019

Quinto domingo da Quaresma - O abraço misericordioso